Tukinha em entrevista

05 dezembro 2017

Rodrigo Laureano, mais conhecido no futsal por Tukinha, é convidado da Bola ao Centro a responder a algumas perguntas sobre a sua carreira.

Chegaste a Portugal em 2008 para representar o Mogadouro. Como surgiu a oportunidade?
Oportunidade surgiu atravéa do Pablo que era treinador de Guardas redes no Mogadouro e diretor, e sou grato a ele até hoje por acreditar em mim.

tukinha mogadouroTukinha no Mogadouro acompanhado por Pablo (à esquerda)

Passaste depois para o extinto Instituo D. João V onde foste orientado pelo mister Nuno Dias durante duas épocas. O que recordas desse período?
Sempre vou recordar da FAMÍLIA IDJV , onde fiz grandes amizades.

"(...) o meu certificado internacional foi para uma equipa da Croácia, mas eu realmente nunca estive lá, e nem negociei com nenhuma equipa e isso impediu-me de jogar em Portugal."Tukinha

Na época seguinte embarcaste rumo à Croácia, mas acabaste para regressar a Portugal para jogar no Fundão. Não te adaptaste bem aquele país?
(Risos) Engraçado, mas poucas pessoas sabem disso... Até hoje não sei o que aconteceu.. o meu certificado internacional foi para uma equipa da Croácia, mas eu realmente nunca estive lá, e nem negociei com nenhuma equipa e isso impediu-me de jogar em Portugal.

De que forma é que essa situação te afetou a nível pessoal e desportivo?
A nivel pessoal para mim foi bom, porque depois de 5 anos pude estar 6 meses com meus familiares no Brasil, mas a nivel desportivo fiquei chateado por não estar a jogar e só poder regressar a Portugal em janeiro na Janela de transferência.

tukinha operarioPlantel Clube Operário Desportivo

Seguem-se ano e meio na Académica de Coimbra de onde vais para o Operário dos Açores onde tens a primeira experiência na 2ª Divisão. A que se deveu a mudança?
Na época recebi uma boa proposta pra continuar, e tomei a decisão por continuar.

"(...) Recordo-me de ter ganho um jogo, ir comemorar na mansão de uns dos treinadores e comer com as mãos, todos sentados no chão."Tukinha

No ano seguinte tornas a sair do país e vais jogar para o Kuwait. Como era o futsal desse país? O que te recordas dessa experiência?
O Futsal no Kuwait estava iniciando, era bom financeiramente mas, profissionalmente, era muito inferior ao Campeonato Português. Recordo-me de ter ganho um jogo, ir comemorar na mansão de uns dos treinadores e comer com as mãos, todos sentados no chão.

Terminada a época voltas, uma vez mais, para o nosso país. Seguem-se experiências no SL Olivais, Unidos Pinheirense e Burinhosa até que chegas ao Ferreira do Zêzere. O que te fez voltar à 2ª Divisão?
O projeto proposto pelo Ferreira do Zêzere fez-me voltar. Chega um momento que devemos pensar na Familia e procurar estabilidade, penso que aqui seja um bom sitio pra estar com minha esposa e miúdo.

tukinha zezereAtual equipa de Tukinha - Ferreira do Zêzere

"Ja recebi convites pra voltar, (à 1ª divisão) mas para já penso em alcançar os objetivos proposto pelo Ferreira do Zêzere. E depois logo se vê."Tukinha

Tens apenas 27 anos mas já com inúmeras épocas de 1ª Divisão. Pensas voltar a jogar lá?
Ja recebi convites pra voltar, mas para já penso em alcançar os objetivos proposto pelo Ferreira do Zêzere. E depois logo se vê.

Tens algum sonho por realizar?
Tenho sim, daqui uns anos regressar ao Brasil e jogar na Liga Futsal.

 

PERGUNTAS RÁPIDAS:

Melhor companheiro: Ciro (jogador do Unidos Pinheirense)

Melhor adversário: Chaguinha (Jogador do SL Benfica)

Melhor treinador: Nuno Dias (Treinador do Sporting CP)

Um jogo memorável: Módicus x Moggadouro, 2009, último jogo do Play-out

Momento mais difícil: Sempre os ultrapassei, então ainda não tive o mais difícil.

VER PÁGINA DO TUKINHA

                   Vídeo com melhores momentos de Rodrigo Laureano "Tukinha"

 

Deixe o seu comentário

Os campos indicados com asterisco (*) são de preenchimento obrigatório. Código HTML não é permitido.

logotipo
todos os direitos reservados :: 2017

Links importantes