Resumo do inter-Associações sub-16 pelo seleccionador Pedro "Pipa"

09 abril 2018

Na passada semana decorreu o torneio Inter-Associações sub-16 em que Leiria alcançou 3 vitórias e 1 empate. Pedro Pipa, seleccionador distrital, faz a sua análise da participação da AF Leiria na prova.

pedro pipa

VER PERFIL DE PEDRO PIPA

Que balanço fazes da participação da AF Leiria no Interassociações?
O balanço tem de ser obviamente positivo. Em 4 jogos obtivemos 3 vitórias claras com resultados expressivos e 1 empate contra uma das melhores seleções, a AFLisboa, que tem um lote de jogadores de enorme qualidade que provêm de clubes como Benfica, Sporting e Belenenses. A prestação dos nossos “miúdos” foi fantástica revelando um empenho total durante toda a competição e com uma enorme vontade de aprender e evoluir. A salientar, também, o comportamento fora da quadra que foi exemplar.

 

Concordas com o modelo competitivo deste torneio?
Este modelo competitivo revela algumas deficiências no “arranjo” dos jogos. Cada associação tem realidades diferentes algo que é do conhecimento da FPF. Algumas nem sequer têm campeonato distrital organizado devido ao número reduzido de equipas inscritas fazendo com que essas mesmas equipas tenham de ser inscritas numa AF vizinha para poderem competir. Por outro lado existem AF com campeonatos muito fortes, competitivos com equipas frequentemente nos campeonatos nacionais. É preciso lidar com esta realidade e fazer com que as seleções mais fortes joguem entre si assim como as mais fracas. Organizam-se os jogos com base nos rankings do ano anterior quando se deviam fazer por exemplo a 3 ou 5 anos.

 

Até onde pode ir esta geração de novos jogadores? 
Esta geração de jovens jogadores tem um potencial enorme. Como treinadores temos o dever de exponenciar ao máximo as suas capacidades para que não se percam. Apareceu um grande lote de jogadores com enorme qualidade que foi dificílimo escolher 12 jogadores para levar ao Torneio InterAssociações. Este ano foram estes, para o ano a Seleção Distrital será de Sub17 ou seja, da mesma geração outros terão oportunidade de aparecer e quem sabe, participar também no próximo torneio. Em relação ao torneio deste ano estou confiante que possam ser chamados 1 ou 2 jogadores ao estágio da Seleção Nacional.

 

O trabalho nos clubes Leirienses está a ser bem desenvolvido? O que há a melhorar?
Cada clube tem realidades diferentes e tenho a certeza que todos tentam fazer o melhor por estes “miúdos”. Os clubes é que são a base da descoberta de talentos, são fundamentais. Os campeonatos das camadas jovens da AF Leiria são desequilibrados e a prova são as goleadas que aparecem semana após semana. Essa questão já foi discutida com os responsáveis e a criação de divisões deverá ser prioritária para elevar a competitividade e encurtar cada vez mais as diferenças entre as equipas.

Deixe o seu comentário

Os campos indicados com asterisco (*) são de preenchimento obrigatório. Código HTML não é permitido.

logotipo
todos os direitos reservados :: 2017

Links importantes